Meditação: Para quem já tentou e desistiu, ou para quem desistiu antes de tentar

O que a meditação faz pela mente?

Em 2011 a Universidade de Harvard realizou uma pesquisa com pessoas que nunca haviam meditado. Foi feita uma tomografia após o curso de meditação e constatou-se que o cérebro ganhou peso justamente em áreas responsáveis pelo bem estar e o foco, em quanto na área responsável pelo estresse, houve uma diminuição. A meditação também tem relação com o aumento da concentração e diminuição do declínio cognitivo relacionado ao envelhecimento.

Meditação reduz o estresse

A meditação não nos torna apenas menos estressados. Ela também está ligada a uma produção menor de cortisol (hormônio do estresse). Apenas 12,5 minutos de meditação por dia durante 8 semanas aumentou a resistência ao estresse em fuzileiros americanos de acordo com o estudo de 2011 de Harvard. Experts acreditam que a regularidade é mais importante que o tempo da meditação.

O que é meditação?

É a capacidade de perceber seus pensamentos e emoções, sem julgá-los. É a habilidade de saber o que acontece na sua cabeça, sem se deixar levar.

Qual é a melhor meditação?

Existem muitos sistemas e jeitos para meditar, motivo pelo qual o Espaço Bem Viver numa parceria com a Abadia Santa Aliança organizaram um ciclo de Meditações Online apresentando ao público o gigantesco leque de práticas meditativas. Vejamos:

  • Como meditar – agosto de 2020
  • Meditações para a Prosperidade – setembro de 2020
  • Meditações para a Liberação do Sofrimento – outubro de 2020
  • Meditações Míticas Egípcias – novembro de 2020
  • Meditações com os Animais de Poder – janeiro de 2021
  • Meditações com os Arcanjos – março de 2021

Vamos meditar – Para começar…

  • Sente-se confortavelmente.
  • Dirija sua atenção para a respiração. Observe o ar entrando e saindo.
  • Quando sua mente divagar em pensamento, redirecione-a com amorosidade para a respiração, nada de ficar irritado com as distrações.

Por: Fernando Salazar BañolRenascedor e Constelador

Tag:

Categorizados em:

Este artigo foi escrito porBemViver

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *